Contador de calorias? Isso não ajuda a emagrecer

Contagem de Calorias e Balanço Calórico não fazem sentido

O Balanço Calórico, ou seja, a prática de ser um contador de calorias ingeridas, descontando as calorias queimadas, não faz sentido e não dá resultado consistente para o efeito de emagrecimento. Vários bons estudos apontam para esta direção. Argumentamos a seguir sobre isso.

mamae-sarada-hz

 

contador-de-calorias
Contador de calorias? Há formas mais lógicas de lidar com emagrecimento

MEDIDA CERTA (O quadro furado baseado em contar calorias)

Vemos na mídia de massa o tempo todo, especialistas de renome, como, por exemplo, aquele que tenta emagrecer as celebridades no programa Fantástico, da Rede Globo (como o Ronaldo Fenômeno e a Preta Gil), e que está diariamente na rádio CBN dando dicas que geralmente só “resolvem o problema” de uma minoria que já conseguiria emagrecer e ter uma vida saudável de qualquer jeito. As celebridades geralmente até engordam novamente, não é mesmo? 😀

Os especialistas da mídia afirmam como um mantra: “É uma questão de Balanço Calórico!”. “Gastar mais CALORIAS do que comer”.”É a física!”. “Exercite-se ao máximo”. “Coma menos calorias”, “bla…bla…bla…”.

Enquanto eu tentei, por várias vezes, como a maioria das pessoas, emagrecer contando calorias, meus resultados foram temporários e difíceis. Em 2014, emagreci mais de 20 kg em três meses e mantenho o peso (mais de dois anos depois). Se ainda não conhece esta minha jornada, acesse:


Saiba como me livrei da obesidade, hipertensão e pré-diabetes, perdendo 25 kg, rapidamente, aos 36 anos, sem contar calorias ou passar fome
.

 

FÍSICA OU BIOLOGIA? (contador de calorias X mecanismos hormonais)

Espere aí? Isso é física ou biologia? Caloria é caloria e ponto final!? Não é tão simples assim. Esse é o primeiro mito de que falaremos por aqui. Chega de contar calorias!

Caloria: “unidade de medida de energia originalmente definida como a quantidade de calor necessária para elevar a temperatura de um grama de água de 14,5º a 15,5ºC (símb.: cal );” (dicionário do Google).

Tratar o funcionamento do nosso corpo, regulado e estimulado por inúmeras reações químicas complexas, como se fossemos uma mera máquina de combustão, não nos parece sensato.

good calories bad calories. Boas e más calorias. Simplesmente contá-las é inútil
Famoso livro “Good Calories bad Calories” (Boas e más calorias). Simplesmente contá-las é inútil

Em biologia, não devemos pensar de maneira tão simplista. Nosso organismo é um complexo sistema de estímulos e respostas hormonais que deve funcionar de maneira harmônica e eficiente. E, para isso, você deve oferecer alimentos que não desregulem o sistema.

Existem alimentos altamente calóricos mas que não interferem negativamente no funcionamento hormonal de nosso corpo. Da mesma forma, existem outros alimentos de baixa caloria que desequilibram nosso organismo com “estragos” (principalmente no longo prazo). Podemos dizer, sim, que existem “boas calorias” e “calorias ruins”, e que contabilizam igualmente uma caloria.

Como exemplo do mais importante mecanismo hormonal relacionado a emagrecimento , sugiro leitura do artigo a seguir, sobre a regulação do nosso combustível celular, a glicose e o armazenamento de gordura. Lá você concluirá que 100 calorias de pão (por exemplo) provoca bem menos o mecanismo de acúmulo de gordura corporal do que 200 calorias de gordura de picanha, que não provoca picos de insulina no sangue. Leia o artigo ou analise o diagrama logo abaixo, sobre o efeito dos picos de glicose e insulina dos alimentos ricos em carboidratos (o que não ocorre com gorduras, por exemplo, mesmo sendo ricas em calorias).

Artigo: Os carboidratos, a resistência à insulina e diabetes

A armadilha da insulina: um mecanismo hormonal que interfere muito no emagrecimento ou acúmulo de gordura. E não a quantidade de calorias, um conceito puramente físico.
A armadilha da insulina: um mecanismo hormonal que interfere muito no emagrecimento ou acúmulo de gordura. E não a quantidade de calorias, um conceito puramente físico.

Se ser contador de calorias não adianta, devemos contar o que ao comer?

O ideal é não ser contador calorias, e não ser contador de nenhum tipo de nutriente. O ideal é comer comida de verdade (link mais abaixo, se não sabe o que é comida de verdade), quando tiver vontade, até ficar satisfeito, por mais estranho que possa parecer, este é o instinto natural de qualquer espécie.

Assim como não controlamos quantas vezes respiramos ou quando vamos ao banheiro. Comer, assim como respirar, em todas as espécies, é instintivo e natural. Devemos comer comida de humanos. Comida de verdade. Evitar alimentos processados, industrializados, e derivados de grãos ricos em amido.

Se comermos, ao menos em 80% de nossas refeições, alimentos através dos quais nossa espécie evoluiu desde os primórdios e a eles ela está perfeitamente adaptada, nosso organismo se auto-regulará. Emagrecer será apenas consequência de termos recuperado a saúde e a eficiência funcional do corpo.

Se fizer questão, no início, até se habituar com as ideias deste estilo de alimentação, contar a quantidade de carboidratos ajuda muito mais, para efeito de emagrecimento, do que ser contador de calorias. 

Resumindo: Coma à vontade, quando tiver fome, desde que seja comida de verdade. Simples, não é mesmo!?

Mas o que é COMIDA DE VERDADE?

Mas,  se você faz questão de contar algum tipo de nutriente, se é metódico e gosta de contabilizar tudo?

Exemplos de rótulos de alimentos. Contar gramas de carboidratos por dia faz mais sentido do que ser contador de calorias
Exemplos de rótulos de alimentos. Contar gramas de carboidratos por dia faz mais sentido do que ser contador de calorias

Ao invés de ser contador de calorias, contabilize os carboidratos dos alimentos. Tenha em mãos uma tabela de índices glicêmicos dos alimentos que costuma ingerir, faça contas, e, dependendo do seu objetivo, não coma mais que 70g de carboidratos por dia (na seção abaixo eu faço link para um guia completo dos carboidratos na dieta paleo).

COMO FOI, PARA MIM, DEIXAR DE SER CONTADOR DE CALORIAS E COMER COMIDA DE VERDADE, SEM PREOCUPAÇÕES?

Quando eu decidi melhorar minha saúde, passei a limitar minha ingestão de carboidratos em, no máximo 50g/dia. Perdi peso rapidamente. Cerca de 5 kg por mês. Em três meses, eliminei mais de 15 kg. Nunca fiquei com fome nesse período.

Foi difícil? Não. Talvez durante a síndrome da abstinência (sim, você está viciado em alimentos processados com carboidratos em excesso, mas talvez não saiba disso), que dura, em média, de 10 a 20 dias, dependendo de cada organismo.

No meu caso, nos primeiros 10 dias, os doces e farináceos ainda tentavam me seduzir. Depois, fui “re-configurado” e tudo se tornou bem mais fácil. Há mais de dois anos mantenho o mesmo peso.

Escrevi um artigo que serve como verdadeiro guia de carboidratos, dependendo dos objetivos de cada um. Leia:

Artigo: COMO EMAGRECER COMENDO CARBOIDRATOS NA DIETA PALEO LOW CARB (LCHF)

Chegará um momento que o seu próprio organismo irá desacelerar bem a perda de peso. Significa que terá atingido o set-point (o peso-alvo que seu organismo “quer” ter). A partir daí, sugiro que pare de se preocupar até mesmo com os 50 ou 70g de carboidratos por dia. Provavelmente, ficará tão impressionado com os resultados que não resistirá em falar umas verdades para aquele seu amigo contador de calorias.

Enfim, no início, aguente firme por 2 ou 3 semanas. Depois ficará bem mais fácil. Piloto automático para a saúde e o emagrecimento.

PRECISA EMAGRECER E QUER UMA ESTRATÉGIA PRONTA SEM SER CONTADOR DE CALORIAS?

 

Programa de emagrecimento passo a passo:

O Código Emagrecer de Vez é um programa passo a passo, com total afinidade com o tipo de alimentação que pregamos aqui no blog, estruturado em 3 etapas para emagrecimento rápido. Clique na imagem abaixo para conhecer:

codigoEDV2 

Obeso, hipertenso e pré-diabético aos 36 anos... Era como eu estava antes de iniciar, por acaso, uma jornada que me levou a uma estratégia diferente e muito eficiente para perder peso... Saiba como foi:

marcio-progresso-thumb
Saiba como me livrei da obesidade, hipertensão e pré-diabetes, perdendo mais de 20 kg, rapidamente, aos 36 anos
.

 

Até o próximo! E saúde!

Abraços,

Márcio Balian

Obs: Não é necessário ser profissional de saúde para lhe estimular a comer comida de verdade e natural, sem processamento e sem ser um contador de calorias. Afinal, quanto mais próximo daquilo que a natureza nos entrega, mais conectado ao modo de vida paleolítico (paleo). Mas, se você possui algum sintoma da síndrome metabólica ou queira buscar um profissional (médico ou nutricionista), sugiro que opte por profissionais também conectados ao que nós divulgamos por aqui. São diversos, espalhados por todo o brasil: Veja só esta lista de profissionais de saúde paleo low carb, iniciativa do excelente Dr. José Carlos Souto.

8 Comentários





  1. Por isso, por mais que as calorias sejam contadas e consumidas diariamente em menores quantidades, isso nao necessariamente significa que o emagrecimento sera possivel, exatamente pela falta de controle dos nutrientes ingeridos em cada refeicao.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *